Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Coletânea dos Reinos
 
O Reino de Nimbral, Parte Seis
Dos Arautos e do Temperamento nimbranês
Por Ed Greenwood
Tradução por Ricardo Costa.


Os Arautos de Nimbral vestem distintos coletes triangulares com enfeites em preto e branco, sobre calções negros e botas altas. Os coletes são idênticos a robes negros, dominados em sua frente por um triângulo eqüilátero - onde uma das pontas fica no cinto e as outras duas se abrem, formando amplos e impressionantes ombros. Este triângulo lembra o símbolo sagrado de Leira, mas nenhum Arauto ficará satisfeito em dizer isto. Todo colete resiste magicamente à mofo e sujeira, e têm poderes mais fortes, iguais aos de um escudo alado. (Existem evidências que os Lordes temporariamente conferem magias adicionais em um colete para que o usuário execute determinada tarefa).

O peitoral e as costas de um colete de Arauto mostra o símbolo dos Lordes de Nimbral, que também é o símbolo do Reino: uma estrela de três pontas, com uma apontando para baixo e outras duas a um ângulo de quarenta e cinco graus para cima e para esquerda e para cima e para direita. No ponto mais abaixo está um peixe, com a cabeça voltada para o centro do símbolo; no ponto esquerdo está uma árvore vigorosa cheia folhas;e no ponto direito está uma mão esquerda de homem, dedos abertos,com pequenas estrelas flutuando sobre o final de cada dedo.

Doze Arautos estão estacionados nos portos: os outros quatro (?) vagam pelo interior, exceto quando substituem os Arautos fixos (geralmente quando estes tiram seus nove dias de folga, reclusos em seus chalés nas florestas, que constroem e para onde eventualmente se recolhem). Os Arautos podem ser conhecidos pelo seus primeiros nomes pelos seus vizinhos, mas quando estão a trabalho seus somente seus nomes oficiais.

Por ordem de antigüidade, os ocupantes do cargo de Arautos são Fyrefelen (lotado em Ormen);Ohndivur (Tethmor); Ramrath (Curstallyon); Durlance (Nimsur);Mhanrued (Esdul); Lyaparce (Bromtor); Skannajh (Rauthaven); Hoathal(Sombor); Statharn (Nimith); Ultaunt (Vindal); Taerash (Suthhaven);Thuldroun (Arevar); e os errantes: Maunthar; Vorlmaer; Culree; e Honthallow (e possivelmente mais). As origens dos nomes estão perdidas na antigüidade, mas muitos acham que foram apelidos de proeminentes líderes dos viajantes que vieram à Nimbral à muito tempo atrás (de Halruaa).

Todos os Arautos vivem com simplicidade, presumidamente por recomendação dos Lordes. Eles são encorajados a terem hobbies, alguns dos quais considerados estranhos pelos estrangeiros (coleção de crânios humanos, por exemplo).Eles tendem a ser sérios, de fala suave, firmes, sem serem arrogantes ou intrometidos; Arautos que exibem estas características tendem rapidamente a desaparecer.

Sendo um nimbranês, e como as coisas ficaram desta maneira

Breves conflitos marcaram a queda da igreja de Leira em Nimbral após o Tempo das Perturbações, como o ocorrido com os até então "todos poderosos" Padres do Enganador, que foram dizimados ou expulsos do reino pelos magos que haviam subjugado por gerações (eles tinham trancafiado os magos em seus laboratórios no enclave protegido de Selpir, cujas torres da fortaleza também levaram a loucura nimbraneses por conta de suas constantes ilusões).

A vida em Nimbral antes da Perda de Leira tinha duas faces: uma simples, com trabalho em pesca e nas florestas, e uma outra, as intermináveis "Ilusões do Sonho", praticada por todos os nimbraneses entre si. Estas eram jogos, sempre em constante mudança,de falsidade e enganação repletos de mentiras, atuações, ilusões, disfarces e drogas alucinógenas adicionadas à maioria das bebidas e pratos de comida. Padres tinham o orgulho de serem os "Mestres Tecedores de Sonhos"da manipulação, fazendo com que os nimbrianos fizesse coisas estranhas através de percepções e crenças falsas. (tomar secretamente o lugar de conjugue de uma pessoa, por exemplo, era uma prática favorita do clero.) Nimbraneses engajados com prazer neste jogo, procuravam encobrir as falsidades e as tramas de outros espalhando suas próprias farsas, pequenas e grandes.

Desde a Queda, os sempre reclusos Lordes conseguiram causar uma mudança nos nimbraneses em relação a este desperdício de vida e de manipulações sem propósito, transformando o amor pela invenção e espetáculo em interesse na arte de contar histórias e na de criar falsas impressões com decoração (um exemplo é um tipo de pintura conhecida no nosso mundo real como "trompe lóeil", que os nimbraneses aplicam nas superfícies em suas casas e em seus habituais mantos, dando-lhes de um lado a face de animais e do outro, uma quase perfeita camuflagem)

Os nimbraneses de hoje retiram exaltação e prazer em suas vidas das coisas belas, das histórias habilmente contadas e das extasiantes músicas, e do amor e das pessoas amistosas, ativas e espirituosas. Moda e culinária inventivas são encorajadas, mas extremos ridículos em ambos os casos geram momentos em que se dão gargalhadas e estas idéias exageradas são postas de lado em favor de outras mais práticas, que devem ser executadas. Ditados locais dizem: "Uma vida perdida em sonhos é uma vida desperdiçada" e "Tempo gasto em enganações seria melhor gasto em realizações."

Descubra mais sobre os Cavaleiros de Nimbral no próximo artigo.



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até estórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.