Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Coletânea dos Reinos
 
Os Mistérios Negros, Parte Três

Por Ed Greenwood
Traduzido por Ricardo Costa; revisado por Daniel Bartolomei.


Membros da Ordem da Chama Negra raramente anunciam sua presença ou revelam suas identidades. Eles aprenderam que o desconhecido sempre induz mais medo do que o conhecido, e através da incerteza podem deixar os prováveis inimigos com poucas informações para saberem a melhor maneira de agir contra a Ordem. ("um inimigo confuso é um inimigo fraco").

Os símbolos escritos da Chama Negra às vezes são vistos por não membros, quase sempre antes do momento que os kukris os espetam no escuro.

Larbran é o único símbolo que os membros da Ordem dividem sempre de boa vontade com não membros. Ele lembra três triângulos alongados, preenchidos de negro, arrumados de maneira que um, mais alongado e vertical, aponta para cima, e os outros dois (cada um do mesmo tamanho que o outro e com um terço da altura do mais alongado) projetam-se da base do triângulo longo, formando ângulos de quarenta e cinco graus, apontando para fora. O Larbran significa "A Ordem pode ser contactada, ou mensagens para ela podem ser deixadas ou recebidas aqui".

Muzmyr ("MUZZ-meer") parece uma letra "E" maiúscula do alfabeto escrito em Português, deitada e com um círculo projetando-se das "costas" ou "fundo" do braço do meio dos três braços de um E. Ele significa "Esconderijo da Ordem aqui".

Urude ("OO-rood") lembra uma letra "N" maiúscula esticada do Português, com um círculo vazado preso a cada uma de suas pontas. Urude significa "Um amigo da Ordem vive aqui". Se dois urudes são desenhados, um acima do outro com os círculos se tocando, eles significam "Um membro da Ordem vive aqui".

Zaerel ("ZAIR-el") se parece com o desenho de um olho humano com um "X" onde deveria haver uma pupila. Zaerel significa "Este é o lugar" ("para a missão", o que normalmente quer dizer aos membros da Ordem "Aqui é o lugar da pessoa que você está incumbido de exterminar"). Se três zaerel são desenhados em uma linha de maneira que suas pontas do fim estão se tocando, significa "Aqui existe um perigo ou existe algo oculto ao qual você deve estar alerta". Se um zaerel é desenhado com linhas estendidas das pontas do fim do "olho", as linhas marcam o limite de algum perigo (como um feitiço de guarda ou magia perniciosa).

Nomes Negros

Membros da Ordem da Chama Negra sempre fazem uso de uma lista comum de nomes falsos quando se referem uns aos outros. Estes não são codinomes óbvios como "Brasa" ou "Falcão", mas ao invés disso, usam nomes pessoais, tão usados e re-usados no trabalho de muitos agentes, através dos anos, que as missões parecem ser o trabalho de uma única entidade. Isto é uma parte na construção da "reputação mortal, de vida longa e indestrutível" da Ordem, e parte do segredo sobre as verdadeiras identidades dos membros.

Estes "nomes negros" são conhecidos e incluem Baerem Windtooth, Hindul Ahrnstone, Mevvur Iliphond,Durlar Meleer, Orsarrin Mulkth, e Rospur Eldree.

Senhas

Como qualquer organização secreta, a Ordem da Chama Negra faz uso de palavras específicas e senhas com as quais os membros identificam um ao outro, particularmente quando se encontram no escuro, ou quando estão conversando em meio a multidões, momento em que falar abertamente pode ser excessivamente revelador. Elas mudam de tempos em tempos, quando se suspeita que forasteiros descobriram algumas delas, mas as seguintes palavras-senha são sabidamente válidas atualmente. Palavras de reconhecimento são normalmente palavras incomuns da linguagem oral, colocadas em conversas aparentemente inocentes (e respondida com outras palavras de reconhecimento, para certificar que o interlocutor não é um não-membro que inadvertidamente usou uma das palavras da Ordem). Frases-senha são sempre respondidas com outras palavras-frases, em um diálogo de "troca de ditos sábios" colocados em frases como: "Sábios instruídos disseram que..." ou "Um velho bardo uma vez me disse que..."

Palavras de reconhecimento:

Vanglória (ostentação)
Pútrido (decadente ou podre)
Indubitavelmente
Fugaz
Matizar (misturar)
Borrifo (chuva leve com neblina)
Inumar (enterrar)

Frases-senhas:

"Observe a luz onde não há brilho."
"O Negro é o devorador."
"O terror é a marca da sabedoria."
"Boa é a noite que abriga a chama e a presa."
"No escuro, procure a chama que brilha."
"Nenhuma palavra é mais afiada do que um sussurro."
"Um senhor sobre a luz e as trevas."
"O triunfo queima com uma chama escura."
"A verdade é algo sombrio."

Juras da Ordem

Membros da Ordem têm dois tipos de juras: juramentos formais e maldições (juramentos emocionais).
Aqui estão algumas juras formais da Chama Negra conhecidas:

"Pela chama que não morre."
"Pelo Lorde das Chamas esquecido."
"Escondemos o aço e a chama."

As maldições usadas pela Ordem incluem as seguintes:

"Cinzas!"
"Chama sangrenta!"
"Me queimem!"
"Extingam todos!"
"Marca dos deuses!"
"Apaguem!"



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até estórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.