Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Coletânea dos Reinos
 
As Pequenas Prensas de Águas Profundas, Parte Um
I: Os Intermináveis Folhetos
Por Ed Greenwood
Tradução por Ricardo Costa; revisado por Daniel Bartolomei.


A explosão de impressos que tomou conta da Cidade dos Esplendores nos últimos trinta anos foi alavancado pelos incansáveis esforços de Emberstone Haumbroad, mas tornou-se possível em primeiro lugar pelo grande número de prensas tipográficas de "fundo de quintal", calígrafos, e entalhadores disponíveis em Águas Profundas. Esta foi a causa de uma indústria que vem florescendo na cidade por séculos: a publicação de folhetos.

Os folhetos são pequenas edições feitas de pergaminho, tendo geralmente somente uma dúzia de páginas, mas às vezes indo até trinta e seis. A maioria tem dois palmos humanos de largura por três de altura em sua dimensão exterior e seu interior tem a grossura da borda de uma mão (exemplares menores mantém a mesma proporção em termos gerais). Folhetos sempre têm capas de couro seco (normalmente de gado ou outro animal) e costurado, onde às vezes são fixadas placas de metal ou finas (e geralmente imperfeitas) peças de cerâmica. As capas e páginas são costuradas na lombada de couro. Apesar da maioria dos folhetos parecerem em bom estado quando novos, a umidade causa inchaço e o aumento de "montinhos" no couro.

Recentemente, os editores de impressos descobriram um crescimento da demanda entre os habitantes de Águas Profundas por relatos "frescos" e apurados de "notícias reais" - mesmo mistérios não resolvidos e histórias controversas. Fantasias sobre peixes falantes no porto ou princesas perdidas de outros reinos descobertas entre as servas de nobres não têm mais a fascinação que tinham antigamente. Os habitantes de Águas Profundas ainda amam estas séries de baixa qualidade, mas querem fatos racionais nas primeiras páginas.

Esta tendência ainda não está tão forte nos folhetos, os quais ano a ano mostram um repertório "estável" de publicações: tratados religiosos, os quase sempre assustadores livros da série "Descubra as Maravilhas..." sobre magia para não iniciados, discursos políticos, histórias pouco confiáveis de aventureiros falastrões, aventuras românticas para ávidos leitores masculinos, romances chorosos para as leitoras femininas, um pequeno número de livro sobre informações úteis a respeito de feitiços, ervas e sobre "como-fazer-alguma-coisa", e um número ainda menor de histórias que quase ninguém parece comprar; e uma grande quantidade de tomos do estranho e opinativo título "Os Verdadeiros Segredos de...", que versa sobre uma desconcertante variedade de tópicos.

Os livros dos "Verdadeiros Segredos" estão há muito tempo na lista de livros mais vendidos da barulhenta e ocupada cidade comercial. Cidadãos mais antigos lêem com voracidade e "não querem perder" nada importante que pode vir a ser uma oportunidade de fazer dinheiro (e tentam prestigiar qualquer tema que derrubem os romances de ficção). Como os outros impressos, quase todos os livretos de Águas Profundas são escritos em Comum e então são distribuídos. Podem ser sempre encontrados nos lugares distantes e mais inesperados de Faerûn.

Exemplos dos antigos livros que figuraram entre os mais vendidos incluem Sussurro - Segredos dos Senhores e Damas de Águas Profundas; Porto dos Crânios: O Mal que Espreita Abaixo de Nós; Chicotes de Loviatar: A Dor Apreciada e Aqueles que a Procuram; e As Façanhas de Roral Espadapronta, Cavaleiro-Aventureiro.

Poucos dos títulos úteis e bem vendidos entre os livretos se firmaram, década após década, incluindo os Remédios de Engelvaer para Venenos e Enjôo; Ervas do Norte e Como Reconhecê-las; e Estradas do Comércio e Notas de Taverna: Um Guia do Viajante para Estalagens, Fontes, Tavernas e Perigos no Norte.

Aqui vai uma amostra dos mais inesperados e caros títulos:

• Além da Porta Escura: Esgotos, Porões e Passagens Secretas da Guarda do Castelo
• Embaixo de Minhas Costas: Sessenta Verões de Fabricação de Colchões na Rua da Lesma
• Feudos dos Fundadores: Antigas Rixas e Disputas na Recente Águas Profundas
• Caçando Haurauthadoar: O Extermínio do Grande Dragão Verde
• Ditos de Jossra: Conselhos para Direcionar a Mente para Qualquer Ocasião Social
• Senhora Naga, e Porque Eu a Amo
• O Bigode de Lorde Malavar: Um Alegre Mistério da Velha Águas Profundas
• O Catálogo Malpurth de Lanças, Brasões e bandeiras das Casas Decadentes
• A Queda da Lua: A Trágica História de uma Dançarina de Águas Profundas
• Canções do Vento: Fantasmas da Velha Cidade e o Que Eles Sussurram para Mim
• Aquele Velho Barril: Histórias de um Beberrão


Em qualquer dia em Águas Profundas, cópias desgastadas e muito usadas destes títulos podem ser encontradas por alguém que visite alguns poucos editores ou lojas que vendam "velhos tomos."

Qualquer um pode copiar qualquer livro sem nenhuma penalidade legal em Águas Profundas, e os editores acumulam bibliotecas de folhetos impressos pelos seus rivais, de onde retiram ornamentos e ilustrações quando um livro "novo" precisa ser rapidamente montado. Muitos artistas entalhadores e aprendizes não podem entalhar uma nova ilustração nem que seja para salvar suas vidas, mas podem pronta e rapidamente executar o que eles foram treinados para fazer: copiar exatamente algo que esteja à sua frente.

Livrarias em Águas Profundas tendem a serem cheias de histórias empoeiradas e volumes e mais volumes de aventuras, romances ou sagas obscenas que duram de vinte a quarenta títulos.

Leia mais sobre livretos na segunda parte desta série!



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até estórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.