Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Coletânea dos Reinos
 
Espalhadores de Notícias de Águas Profundas, Parte Três
III: Conheça Suas Fontes, Parte Um
Por Ed Greenwood
Tradução por Ricardo Costa.


Os mais agressivos espalhadores de notícias instalaram postos dentro dos portões da cidade (Waymoot, próximo do Portão Sul é o mais ocupado), lugares que os cidadãos de Águas Profundas visitam diariamente (como o Mercado), e localizações estratégicas como o cruzamento entre a Estrada Alta e a Via de Águas Profundas, o cruzamento mais ao norte da Estrada Alta com a Via do Dragão, e as entradas da Cidade dos Mortos próximo ao meio-dia (quando muitos cidadãos aproveitam sua pausa para levar sua comida e almoçar no cenário do parque do cemitério).

Alguns espalhadores fazem seus negócios com hospedarias e tavernas (particularmente aquelas próximas aos portões da cidade), que os permitem vender nos saguões sem o habitual anúncio em voz alta das manchetes. Quase todos os outros espalhadores, menos aqueles que entregam os impressos pessoalmente nas mansões dos nobres e ricos, bradam as manchetes nas ruas -- o que geralmente irrita o povo que vive ou trabalha próximo.

Como resultado, qualquer cidadão pode pedir a um oficial da Guarda para mandar um espalhador de notícia (ou qualquer outro vendedor) "circular", e é dever deste oficial atender prontamente o pedido, como se fosse uma ordem. Esta ordem é sempre "vá para a próxima rua", e serve por meia ou uma hora, a menos que o vendedor queira ser detido e desagradavelmente questionado por uma manhã ou tarde inteira (perdendo muitas de suas vendas no processo.) Por causa disto, somente os mais quietos espalhadores de notícias permanecem fixos em seus locais de venda. Crianças vendendo impressos podem mesmo correr para interceptar ou abordar pessoas que pareceram interessadas em seu anúncio, mas estão com pressa em realizar alguma tarefa. Poucos espalhadores de notícias vendem nas ruas antes do amanhecer ou após o anoitecer -- e todos que tentam "gritar manchetes" nestas horas podem ser presos pela Guarda, levados para um Posto de Guarda para uma dura (e demorada) repreensão, e depois enviados para ruas sem multa ou punição.

Devido a isto, qualquer levantamento sobre espalhadores de notícias poderá oferecer somente locais de vendas prováveis ou freqüentes. Então, vamos fazer um passeio pelos pontos dos espalhadores de notícias, começando no Portão Sul e indo pelas ruas maiores.

A Guarda da Cidade mantém as proximidades de todos os portões livres de vendedores para evitar o retardamento do fluxo de pessoas ou da cobertura no caso de qualquer ataque a cidade que possa começar com a destruição dos portões. Sendo assim, os primeiros espalhadores a serem encontrados não passam de meia dúzia de vendedores em Waymoot. A maioria é de contratados casuais e moleques de rua, mas entre eles está sempre Alram Uma Perna,um homem imenso com uma barba negra, um tapa-olho, e um casaco colorido de pirata,botas largas desajeitadas de marinheiro, e um chapéu estragado de abas largas. Ele vende seu próprio panfleto, A Conversa Séria das Docas (onde ele publica um fórum de "marujos", onde "todas as verdades sujas são ditas"), e também é conhecido por contribuir com notas maliciosas ou irônicas sobre os ricos na coluna "Visto nas Ruas" para um dos mais bem sucedidos impressos da cidade (e o de nome mais estranho), o Wazoo de Águas Profundas.

O Wazoo foi nomeado em homenagem à sua fundadora e ao primeiro patrocinador. A garota que começou o Wazoo era conhecida como "A Maravilhosa Wazarra". Ela se aposentou de sua profissão de estalajadeira devido às dores e marcas da idade, mas agora escreve para as últimas páginas do Wazoo uma série contínua, a amorosa e excitante saga de "Myrandra e Suas Aventuras Entre os Nobres". Armagus Zool era um mercador de tapeçarias de Amn que patrocinou o panfleto de Wazarra depois de tornar-se um de seus mais constantes clientes. Ele morreu de uma forte febre a sete verões atrás. Sua sobrinha Sartrara Zool edita e imprime o Wazoo a cada dois dias, mantendo-o cheio de piadas e fofocas quentes.

Continuando subindo a Estrada Alta, a extensão entre a Waymoot e a Forcebar é o campo de batalha de muitos moleques de ruas que vendem diversos impressos, e o outro dos famosos impressores de Águas Profundas: Astel Turjan, proprietário e escritor do Trompete de Turjan. Turjan é um jovem esperto, bonito e gentil, e escreve um impresso espirituoso e leve, concentrado em contar a outros jovens galanteadores onde serem vistos, o que melhor vestir em cada ocasião, onde se divertir e onde encontrar as melhores jovens moças (em aparência e disposição) para se divertirem juntos. O Trompete é popular entre moradores de Águas Profundas de ambos os gêneros e todas as idades, que procuram saber "onde as últimas coisas estão acontecendo", para então se mostrarem para atingir seus propósitos particulares.

Uns poucos espalhadores ao longo deste trecho vendem impressos religiosos, mas estes têm como local usual mais ao norte, próximo à Plinth.



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até estórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.