Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Coletânea dos Reinos
 
Portas Lunares de Lua Argêntea, Parte Dois
II: Além Daquela Pequena Porta
Por Ed Greenwood
Tradução por Ricardo Costa, revisado por Daniel Bartolomei Vieira.


Algumas portas lunares não são nada mais que hábeis adornos que permitem àqueles que as abrem verem, em uma perspectiva reduzida, uma cena pintada como se fosse o interior do edifício (normalmente colocada em cavidades, em portas muito espessas, iluminadas pelo alto ou por brilho mágico).

Portas lunares que são armadilhas também existem. Elas permitem o acionamento manual através de chaves e trincos, que desativam lâminas afiadas, símbolos que paralisam, fios que prendem intrusos e coisas assim (visitantes autorizados são avisados a não tocar na porta, mas a procurar por uma chave ou trinco de desarme em outro lugar escondido). Outras portas lunares, que foram criadas pela Guarda Mágica ou outros ligados ao mythal, teletransportam parte do corpo de pessoas indesejáveis ou itens colocados dentro das portas para celas abaixo dos seus edifícios, para algum lugar fora da cidade (o que também oferece uma saída imediata de Lua Argêntea), para o centro do Mercado, ou mesmo para a parte de fora de um dos quartéis dos Cavaleiros em Prata.

Armadilha de Teletransporte: ND 6; dispositivo mágico; gatilho de toque; reativação automática; efeito mágico (teletransporte, mago de 9º nível [ligado ao mythal], intruso que atinge a porta é teletransportado para um local indicado quando a armadilha foi construída, sem teste de resistência; Procurar CD 30; Operar Mecanismo CD 30. Custo: 33.000 PO, 180 XP.

Algumas das portas lunares que promovem deslocamento oferecem tanto jornadas perigosas para intrusos quando destinos alternativos (e mais favoráveis) para aqueles que sussurram as palavras certas quando as abrem, ou quando as mãos que se introduzem nela portam o anel correto. Estes "invasores favorecidos'' são teletransportados para quartos, apartamentos, banheiros ou câmaras dentro do edifício em que a porta lunar se abre. Esta característica permite as damas de Lua Argêntea que chegam em casa sujas de lama em um temporal, irem para uma porta dos fundos ou para os estábulos de sua casa – e aparecerem banhadas, cheirosas e recém trajadas, com seus cabelos arrumados, de uma sala no interior de seus lares para receber convidados (sem ter que se arrastar na chuva, pingando e passar por eles). Muitas histórias contam que portas assim foram localizadas – em um acordo de segredo mútuo – nas casas de outras pessoas, ladrões, acompanhantes noturnos e outros ”personagens sombrios” para que possam entrar e sair, mas aparentarem estarem “em casa todo o tempo” quando as autoridades perguntarem.

Umas poucas portas lunares não são colocadas nas portas normais, mas ao lado delas, e oferecem entrada para túneis nas paredes que levam a apartamentos separados ou áreas de habitação pensadas para criaturas de pequena estatura. Alguns as conectam a pombais ou a viveiros, para o uso de pássaros ou feras mensageiras. Outros ainda – nenhum deles sobreviveu até os dias de hoje, provavelmente por questões de segurança – permitiam aos vendedores de carvão e lenha alcançar uma alavanca e abrir um alçapão maior dentro das paredes do edifício ou fundações, permitindo fazer entregas de abastecimento diretamente nos porões.

Outro tipo de porta lunar são falsas características planejadas puramente por decoração, ou se abrem para cavidades bem rasas que mostram notícias (que podem ser mudadas de quando em quando) como: "Thereld, o ranger, mudou-se para a Casa dos Portais da Tempestade, na Alameda do Vento Norte, e Justelle, a dançarina das sombras, não está aceitando novos pupilos. Boa sorte, leitor; faça seu dia ser brilhante" ou "O cordão azul de campainha alerta Neivarra das Nove Lanternas: ouça seus toques e ela descerá as escadas/O cordão escarlate de campainha chamará Lhanghras, o Mestre do Conhecimento, ou disponibilizará um pedaço de papel e lápis para recados caso este não deseje ser perturbado àquele momento/O cordão brilhante de campainha acordará um ou mais dos Três Sentinelas, que são geralmente menos gentis se incomodados quando estão de folga, mas cujos corajosos podem alcançar usando a escada descendente".

Das portas lunares remanescentes de Lua Argêntea que são simplesmente portas dentro de portas, as mais bonitas estão na casa de Aumartha Stanmyr, na Alameda Estrela Quieta; na Loja Botas do Coração do Caçador, no Beco do Cervo de Pé; e na Casa de Descanso de Trunstral (uma mansão convertida em um estabelecimento de "aluguel de quartos por semana"), no Caminho dos Cinco Jarros.

A porta lunar de Aumartha Stanmyr (construída sob suas especificações) é uma porta oval com um vitral mostrando uma mão feminina segurando uma flor branca que captura um raio descendente da lua, em uma cena de uma noite de azul profundo. A porta lunar abre-se de baixo para cima, e sua dobradiça é firme o suficiente para mantê-la aberta por poucos momentos, até que o peso a traga novamente para baixo; um ferrolho de metal colocado por dentro permite que ela permaneça aberta, na posição "para cima". A porta está entalhada em uma porta de entrada oval de 2,10 m de altura, coberta de cobre. A porta maior foi selada com uma mistura de óleos para evitar que o cobre perca o matiz brilhante de metal.

Descubra mais sobre determinadas portas lunares de Lua Argêntea no próximo artigo desta série.



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até estórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.