Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Táticas e Dicas
 
Mais Durão e Mais Malvado que Você
Parte Sete– Dragões de Bronze
por Eric Cagle

Traduzido por Daniel Bartolomei Vieira; revisado por Priscila Veduatto, a dupla brônzea.


Lutando Contra Dragões de Bronze

Da última vez nós vimos o primeiro dos dragões metálicos: o dragão de latão. Desta vez, nós voltamos nossa atenção para o nobre dragão de bronze, protetor dos mares e das costas. Como uma criatura de tendência leal e boa, é extremamente improvável que os aventureiros venham a entrar em combate com tais criaturas, mas é bom estar preparado para o caso de as perturbarem.

Terreno

Dragões de bronze vivem em colinas e penhascos ao longo da costa marinha e de grandes corpos d’água. Apesar de seus covis serem secos, a entrada para estes é, geralmente, submersa, o que força pretensos atacantes entrar pela água, e assim prevenir que quaisquer criaturas verdadeiramente aquáticas, como tubarões, possam entrar completamente na porção provida de ar de seus lares. Se você estiver planejando entrar pela frente, certifique-se de que todos no seu grupo tenham respirar na água e movimentação livre conjurados. Uma vez que tenha entrado no covil de um dragão de bronze, você se encontrará em uma série de cavernas confortáveis e secas (e até mesmo salões belamente decorados). Se você estiver comprometido com seu ataque, use magias para escavar o teto ou a entrada submersa – dragões de bronze não podem se enterrar e devem lutar para escapar por outro caminho. Sempre presuma que o dragão possui, pelo menos, uma ou duas passagens secretas que levam à superfície, mas perceba que elas podem ser consideravelmente menores que o próprio dragão (veja a baixo).

Invadir o covil de um dragão de bronze a partir de uma embarcação não é uma idéia muito sábia, já que os dragões de bronze menores podem tombá-la facilmente, e os dragões de bronze maiores e mais velhos podem tombar, até mesmo, as maiores embarcações.

A despeito de seu amor pelo mar, dragões de bronze podem ser encontrados em quase qualquer lugar – seu amor pela guerra pode levá-los para longe dos oceanos quando se juntarem com algum exército ou outra companhia.

O Ponto de Vista do Dragão

Para se ter uma idéia de onde dragões de bronze podem fazer seus covis, consulte o artigo/mini-aventura Lago dos Sapos, que estrelam dois dragões de bronze, Lepsektogvemox e Halentiganox, que habitam o mais incomum dos lagos.

Muitas táticas que se aplicam para os dragões negros também servem para os dragões de bronze; consulte o livro Stormwrack [Náufragos da Tempestade] para vários perigos marinhos (redemoinhos, tempestades), criaturas aquáticas (leões marinhos, tartarugas gigantes) e novas magias que um dragão de bronze pode empregar na defesa de seu covil.

Habilidades Especiais

As habilidades especiais dos dragões de bronze são incontáveis, mas eles são mais inclinados a ter um comportamento pacífico. Todos os dragões de bronze são imunes a eletricidade (e apreciam voar entre os raios e relâmpagos durante poderosas tempestades que ocorrem nas costas). Eles também possuem falar com animais e utilizam esta magia para se aliar a mamíferos e aves marinhas, e cardumes de peixes – os quais, assim como para os dragões de latão, fornecem aos dragões de bronze, olhos, ouvidos e narizes adicionais para vigiar os inimigos.

Dragões de bronze podem se transformar em qualquer forma humanóide ou animal, contanto que sejam de tamanho Médio ou menor. Esta é uma das melhores defesas destes dragões, já que você nunca saberá se a pessoa com a qual você está falando, o cachorro que está seguindo seu grupo, ou gaivota que persiste sobrevoar sua mochila não é um dragão de bronze transmutado. Além de agir disfarçado, ser capaz de mudar para formas menores permite a dragões maiores se espremer em passagens estreitas ou esconder-se em buracos para evitar, ou desencorajar, inimigos.

Lidando com o Sopro do Dragão de Bronze

Dragões de bronze possuem duas formas de sopro: uma linha de relâmpago e um cone de gás de repulsão. As mesmas táticas, magias e itens mágicos utilizados contra dragões azuis podem ser aplicados enfrentar o ataque de relâmpago dos dragões de bronze. Assegure-se de fazer o possível para incrementar seu teste de resistência de Vontade contra o cone de gás de repulsão: utilize mantos de resistência, conjure sabedoria da coruja para aumentar seu valor de Sabedoria, e utilize, até mesmo, as habilidades da música de bardo para auxiliar.

Dragões de bronze adultos ou mais velhos utilizam criar alimentos e água principalmente para oferecer aos seus convidados, mas também para utilizar comida em armadilhas e atrair os desavisados. Como eles nunca estão inclinados a envenenar esta comida, eles podem dispô-la sobre um fosso coberto ou abaixo de alguma outra armadilha. Eles também ganham névoa, a qual eles utilizam para cercar inimigos com uma névoa cegante antes de atacá-los, ou para encobrir a entrada para seus covis.

A habilidade de detectar pensamentos dos dragões de bronze antigos ou mais velhos impede que criaturas possam entrar nas imediações sem serem detectadas. Utilize limpar a mente para manter seus pensamentos escondidos, embora nem mesmo isso evite que você seja detectado pelo faro, audição e visão aguçada do dragão de bronze. Obviamente, o uso de tais magias atrai suspeita imediata para o dragão, que prontamente presume que você tem uma segunda intenção para com ele.

Devido a sua proximidade com grandes corpos d’água, dragões de bronze veneráveis e mais velhos utilizam controlar o clima para tornar as águas do mar ou de um lago em massas agitadas de ondas espumantes, e criar ventos que sopram para longe os invasores ou adernam seus navios. Por outro lado, eles podem acalmar completamente os ventos, deixando um barco a velas totalmente à deriva nas águas e vulnerável a ataques submersos ou aéreos.

Dragões de bronze também podem conjurar magias divinas dos domínios Animal, Lei e Água como se fossem magiar arcanas.

Recursos de Jogo: Para usar o material deste artigo no seu máximo, consulte os seguintes recursos: Livro do Jogador, Livro do Mestre, Livro dos Monstros, Draconomicon e o Stormwrack [Náufragos da Tempestade].



Sobre o autor

Eric Cagle teve sua primeira experiência de trabalho na Wizards of the Coast, mas agora vive de acordo com o estilo de vida extravagante do freelancer. Procure pelo seu nome no D&D, d20 Modern e nos livros de Guerra nas Estrelas. Créditos recentes incluem d20 Apocalypse, Races of Destiny e Monster Manual III. Ele também é um colaborador do Game Machanichs, da Green Ronin Publishing, da Dragon Magazine e do seu próprio website. Eric mora em Seattle, onde o café é escuro e forte, assim como suas deusas.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.