Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Ganchos Para Aventuras nos Reinos Esquecidos
 
Coração de Prata

Por Robert Wiese.
Traduzido por Daniel Bartolomei Vieira.


Antes das raças modernas pisarem nos palcos de Faerûn, os grandes anciões regiam a terra e atuavam com impunidade, já que não eram desafiados por qualquer outra raça criadora. Finalmente, as raças menores se especializaram em magia e se tornaram ameaças aos dragões. Então o mundo começou a mudar. Nos últimos anos desta era, os maiores magos humanos tentaram tomar controle dos mais velho e poderoso dragão de prata que já existiu, Kinenthurnurnverasal. O dragão se provou poderoso demais para eles, mas acabaram por colocá-lo em êxtase, apesar de tudo. Eles cortaram o coração do dragão e fizeram dele um poderoso amuleto que continha a força vital do dragão. Então, quebraram o amuleto em três pedaços. No final, os pedaços acabaram por ir para diferentes usuários. Nos dias de hoje, dois destes pedaços são mantidos por dois ladrões de Águas Profundas (leia a seção Ladinos e Rufiões no livro City of Splendors: Waterdeep [Cidades dos Esplendores: Águas Profundas] para ter algumas idéias dos seres que você pode querer escolher) e a terceira perdeu-se na história.

O corpo de Kinenthurnurnverasal permanece em estase dentro de uma caverna nas profundezas abaixo das Montanhas Orsraun, onde permaneceu escondido por gerações. Lendas de tempos antigos dizem se que o coração de Kinenthurnurnverasal for refeito e restaurado em seu corpo preservado, o dragão renascerá e aquele que fizer isto poderá comandar o antigo e poderoso dragão a seu serviço, como se este fosse um gênio.

Se este conto chegar aos ouvidos dos ladrões, sua tendência inicial é nunca cooperar com qualquer plano para restaurar o dragão, temendo que outros poderiam ganhar o benefício.

A aventura começa para os heróis quando eles encontram o pedaço perdido do amuleto em um tesouro mantido pelos Zhentarim, que sabiam que o item era mágico, mas não tinham idéia do que ele fazia. Os heróis descobrem isto (talvez através de um sábio ou outro indivíduo notável que os PJs visitem regularmente) e, então, têm de resgatar as outras duas partes dos ladrões. Seu patrocinados, se precisarem de um, é o mago que os informa o que realmente aquele pedaço de coração é.

Desde que os heróis iniciem esta aventura por vontade própria, o item sobre Motivações não se aplica.

d100 Complicações
01-25
Um ou os dois rivais ladinos se oferecem para ajudar na busca, mas fornecem um falso pedaço do coração e, então, seguem os heróis até o corpo do dragão para reclamar as recompensas para si.
26-45
A lenda é parcialmente verdadeira, o antigo dragão se tornou maligno devido o que sogreu, e os heróis devem impedi-lo de liberar seu antigo poder sobre o mundo.
46-70
A lenda toda é falsa. Há um artefato dividido em três partes, mas não é o coração de um antigo dragão. O mago que conta-lhes isto sabe o que é de fato, e planeja adquiri-lo dos heróis uma vez que estes tenham recuperado o artefato todo.
71-90 Um dragão dos dias de hoje acredita que deveria colocar o coração em si mesmo, e que isto lhe daria os poderes do antigo dragão através de sua força vital aprisionada, tornando-o invencível. Este dragão atormenta os heróis a cada passo de sua busca.
91-00 As partes do coração possuem uma maldição sobre si que infligem a qualquer um que os roube de seu atual proprietário uma doença devastadora que requer um conjurador épico para realizar a cura.




Sobre o Autor

Robert Wiese é um veterano dos escritórios da RPGA onde trabalhou durante sete anos sendo um membro desde os idos de 1991. Nesse tempo ele escreveu mais de 60 enredos de aventura para o clube, alguns artigos para a revista Polyhedron, e o Living Force Campaign Guide (esse último com Morrie Mullins). Ele também desenvolveu campanhas de Living Greyhawk e Living Force junto com maravilhosos membros. Agora ele trabalha na Universidade de Nevada em Reno no departamento de Bioquímica, provando que você nunca deve dizer aonde irá terminar.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.