Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Notas de Romance
 
Perfil do Personagem: Massedar
Por Ed Bolme
Traduzido por Priscila Veduatto, revisado por Daniel Bartolomei Vieira.



Massedar é um homem de beleza notável, não exatamente atrativa. Apesar de seus traços serem um balanço entre o constrangedor e o grotesco – ou talvez por causa desse fato – ele se tornou uma pessoa de grande importância e renome na cidade de Messemprar. Ele atrai olhares, exsuda um ar de importância e emite comandos com uma voz barítona suave e rica que irradia confiança e resolução de alguém muito confortável com a autoridade.

Massedar possui altura mediana e os anos lhe favoreceram. Ele tem cabelos negros, encaracolados, manchados de cinza e ele os mantém curtos, exceto por um longo topete no centro da sua cabeça. Uma barba fina, aparada bem rente, se estende de uma orelha a outra, apesar de não se estender pelo seu pescoço abaixo o suficiente para esconder seu pomo-de-adão. Um homem letrado, ele tem uma constituição esbelta, mas é enganosamente forte. Seus penetrantes olhos azuis estão localizados sob uma alta sobrancelha e ele tem um nariz reto que é severo, sem ser verdadeiramente parecido com um bico de falcão. Seus lábios são quadrados e possuem quase a mesma espessura de uma ponta a outra. Ele se comporta com graça e decoro.

A morte de Gilgeam, o deus rei de Unther, deixou um vazio na estrutura social de Unther. Por milhares de anos Unther ficou sobre a cruel opressão de Gilgeam e sua remoção causou uma explosão de desobediência da população. O caos e a incerteza desses tempos criaram um potencial para uma base de poder verdadeiramente independente surgir; foi nesse vazio que Massedar chegou.

Ele se juntou aos Asa Longa, uma companhia mercante que construiu uma reputação de confiança mesmo sob a tirania caprichosa de Gilgeam. Quando Massedar chegou, os Asa Longa começaram a financiar expedições para Untheritas dispostos a arriscar a vida e os membros para conseguir rapidamente ouro e reputação. No motim social que destruiu Unther, não foram escassas as almas aventureiras que estavam dispostas a se arriscar em tal missão perigosa. Assaltos a caravanas, escavações, pilhagem de sepulturas e até mesmo assassinatos foram creditados aos Asa Longa.

Após muitos anos e um número bem sucedido de expedições, Massedar assumiu total controle dos Asa Longa, começou uma ativa troca nos importados e exportações difíceis de se encontrar e armazenou uma reputação de alguém que poderia quase infalivelmente descobrir tesouros e artefatos. Ele, é claro, não fez nada para diminuir sua reputação de infalibilidade e parece apreciar localizar e pilhar esconderijos ricos e de poder deixados para trás pelo clero Gilgeamita.

Logo cedo na sua carreira, rumores sombrios circularam por Unther de que o surgimento aparente de finanças disponíveis para os Asa Longa foi derivado de riquezas obtidas ilegalmente e de dinheiro sujo de sangue. Entretanto, esses rumores enfraqueceram quando as pessoas começaram a entender que o novo líder dos Asa Longa estaria disposto a arriscar toda sua riqueza nos seus palpites, mostrando uma ousadia que limitava a negligência e uma coragem com a qual nenhum entre os ricos do país poderiam competir. Perguntado sobre isso, Massedar respondeu, “existe uma estagnação inerente que inspira as riquezas herdadas. Dessa bagagem, eu não tenho nada”.

No fim, os instintos destemidos de jogo de Massedar ajudaram. Dez anos após a morte de Gilgeam, ele se tornou um príncipe mercante. E conforme sua fortuna crescia, também cresciam suas ações de caridade; ele distribuiu milhares de peças de ouro entre os pobres, encontrando em alguns seus trabalhadores mais dedicados e seus mais leais servos.

Ele não admite membros da família ou amigos que não estejam entre aqueles que trabalham para ele. Em todos os seus negócios ele é difícil, até mesmo rude, mas ele tem uma compreensão excelente do espírito humano e pode ser surpreendentemente generoso, às vezes.

Quatorze anos após a morte de Gilgeam, o Faraó de Mulhorand mandou seus exércitos sobre o Rio das Espadas, quebrando um tratado de mil anos para invadir a vizinha Unther. O exército Mulhorandi destruiu Unther, tomando a maioria do território, bem como a maior parte das terras cultivadas. O último bastião da resistência contra Mulhorand é a cidade de Messemprar, da qual Massedar lançou numerosas expedições, esperando encontrar um artefato que pode se provar decisivo na guerra. Ele acredita do fundo de seu ser que o exército do Faraó é a maior ameaça para sua posição e futuro.

Os eventos de The Alabaster Staff (O Cajado de Alabastro) provarão que ele se enganou.



Para ver esta e outras publicações de romances vá para nossa seção de suplementos - romances.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.