Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Notas de Romance
 
Perfil do Personagem: Kellin Lyme

Por Murray J.D. Leeder
Traduzido por Aulos Plautius M. Marino; revisado por Ricardo Costa.




Muito sobre Kellin Lyme começa com seu pai, Zale Lyme. Zale nasceu em Malvaunt, uma sinistra cidade industrial no Norte do Mar da Lua. Ele freqüentemente acompanhava seu pai, um explorador ansioso para ensinar a Zale os negócios da família em viagens para locais ao norte, para fortalezas tão remotas quanto Chifre Branco, Ilinvur e Glister. Foi lá que Zale desenvolveu a obsessão que consumiria sua vida. Observando alguns cavaleiros selvagens da Trilha que visitavam as cidades dessas fronteiras inóspitas, ele aprendeu o que podia sobre suas maneiras e linguagem. Para cada coisa que ele aprendia sobre eles, ele tinha mais uma dúzia de perguntas, e rapidamente aprendeu que simplesmente não existe nenhuma identificação sistemática destes bárbaros. Antes de sua adolescência acabar, ele já deixado claro para sua família que ele tinha nenhuma ambição de ser um comerciante, mas sim um acadêmico, um que se especializaria nos bárbaros tribais de Faerûn.

Viajando para longe de casa, Zale levou suas próprias observações do povo da Trilha para o Forte da Vela, a maior biblioteca dos Reinos. Os monges e acadêmicos do Forte da Vela reconheceram seu talento nato e entusiasmo e concordaram em educá-lo como um sábio. Zale Lyme foi transformado em um sábio do tipo mais robusto, viajando através das terras e regularmente pondo-se em perigo em suas pesquisas. Com o tempo, ele focou-se principalmente nos Uthgardt, os bárbaros do Norte, e ficou cada vez mais evidente que carregavam sangue Netherense.

Zale se aproximou de muitas tribos Uthgardt diretamente com resultados diversos. Seu maior sucesso foi com o Fera do Trovão, governada pelo Rei Gundar Brontoskin, depois foi residir em uma fortaleza anã desmoronada, chamada Grunwald, dentro da Floresta Oculta. Ele encontrou-se com eles com sucesso, passando muitas semanas em sua companhia, aprendendo seus costumes, e até bebeu com eles depois de uma campanha bem sucedida, em que os guerreiros da Fera do Trovão dizimaram uma horda orc perto de Branco Brilhante. Alguns, no Forte da Vela, desaprovam seus métodos agressivos, mas ninguém pôde discordar de seus resultados. O tomo de Zale--Costumes dos Bárbaros Setentrionais—é considerado um texto essencial sobre os Uthgardt.

Porém, as aventuras de Zale deixaram pouco tempo para sua família. Ele se casou com uma mulher Tethyriana chamada Tystana, e sua filha Kellin nasceu no Ano da Sela (1345 CV). Kellin foi criada no coração do Forte da Vela, e a garota foi para o mundo dos livros e aprendizado que a cercava. Zale cativava Kellin com histórias de suas aventuras no exterior nas vezes em que ele estava presente, e essas vezes eram raras. Idolatrando seu pai, Kellin se preparou para seguir suas pegadas, entrando ela mesma nos caminhos dos sábios. Inevitavelmente, ela também fez dos Uthgardt sua especialidade.

Kellin também descobriu cedo que ela era uma feiticeira. Tystana atribuía isto a uma lenda de sua família: Um de seus ancestrais teve um namorico com um dragão de cobre polimorfoseado chamado Chalintash. Por causa dos pais de Kellin terem confiado muita de sua educação e elevação espiritual ao clero de Oghma, Kellin nunca foi a figura exibida e volátil em que muitos feiticeiros se transformam. Kellin conhece a sensação de ter poderes fervendo dentro dela que ela mal pode conter, mas no geral ela é sóbria e bem controlada, seu temperamento mais se parecia com o de um sábio do que de um feiticeiro.

Kellin valoriza conhecimento e franqueza, e ela despreza todas as formas de enganação, particularmente dos sábios e acadêmicos que coletam informações através de meios desonestos. Ela acredita que conhecimento é para todos e deve ser suprimido o menos possível. Ela é um pouco ingênua, ela mesma sabe disso, e suspeita que seu crescimento protegido pelas muralhas do Forte da Vela não a tenha preparado corretamente para o mundo exterior. Ela também está consciente da profunda influencia de seu pai em sua vida, especialmente em sua ausência. Ela sabe que ela é a filha de seu pai, e que ela nunca será inteiramente dona de si própria enquanto ela ainda se devotar em seguir as pegadas dele. Ela aspira por uma identidade independente dela mesma, embora ela seja paciente para que uma emerja naturalmente.

Kellin é forte e de ombros largos, ela aprendeu algumas habilidades com armas adequadas a seu físico devido ao seu treinamento com os guardas do Forte da Vela. Ela carrega de forma competente uma espada magicamente melhorada, herdada de seu pai, com a qual (ou assim diz as historias que ele a contou) ele matou muitos monstros e fendeu muitos inimigos durante suas expedições. Ela é silenciosamente forte em sua fé, e ela aprecia o Nome Verdadeiro que os Guardiões do Conhecimento de Oghma lhes deram em sua adolescência. Fisicamente, ela se assemelha à sua mãe e a coloração de sua pele se aproxima a da dela, que tinha uma pele particularmente escura para uma Tethyriana. Com sua aparência exótica e cabelos encaracolados, ela chama atenção de vários homens dentro de seu circulo, embora ela não esteja comprometida com nenhum parceiro, temendo que uma família fosse comprometer suas ambições de pesquisa.

Por volta de 1373, ambos os pais de Kellin são mortos. Zale morreu de idade avançada e doença, deixando Kellin como a maior acadêmica sobre os Uthgardt no Forte da Vela. Ela supervisiona os arquivos deixados para trás das viagens de seu pai, e ela iniciou uma pesquisa primária ela mesma. Todavia, até hoje ela tem sido uma acadêmica bem menos “mãos na massa” do que seu pai, e a única expedição que ela fez foi para Ruathym, para descobrir detalhes da vida mortal de Uther Gardolff antes dele se transformar no deus Uthgar. Apesar de ela ser uma especialista nos Uthgardt, falando seu idioma, e conhecendo seus costumes e histórias tão bem quanto um estrangeiro, ela nunca conheceu um Uthgardt.

Para saber mais sobre este romance, veja o capitulo amostra na página de produtos Son of Thunder.



Para ver esta e outras publicações de romances vá para nossa seção de suplementos - romances.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.