Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Reinos da Fronteira
 
Arnglar
 
Por Ed Greenwood
Tradução por Marcus Vinicus Facin Brisolla - Curitiba-PR; revisado por Silvia Bochicchio.


Arnglar

Vila

Esta pacata colina-vila é lar de robustos pastores de ovelhas e seus rebanhos. Os impetuosos Arnglarenses fazem seu próprio veneno do sono (uma mistura secreta de suco de frutas locais e seivas de plantas, igual em efeito ao veneno drow) e estão sempre armados com bestas e dardos envenenados para usar em lobos, cães selvagens e também em humanos ladrões de ovelha.

Alta e sempre ventilada, Arnglar fica no local da corte do há muito desaparecido reino élfico de Glorfindral; morros-túmulo de reis élficos formam um anel defensivo ao redor das pequenas casas e do poço profundo sempre cheio de água cristalina em Arnglar. Vários destes morros estão acima das ruínas despedaçadas de antigas, há muito abandonadas, fortificações amaldiçoadas por magia de salteadores. Em locais mais protegidos, ruínas tendem a crescer rapidamente, tomadas pelas florestas sempre rastejantes, mas nas altas e ventiladas colinas onde Arnglar fica, as tempestades e geadas fortes mantém o crescimento lento e atrofiado. A não ser a grama das colinas comida pelas ovelhas, plantações não protegidas e cobertas não crescerão.

Arnglarenses cultuam Talos, Lançador de Raios, tentando apaziguar sua fúria e assim preservar seus rebanhos. Arnglar é uma comunidade independente governada por um Círculo de Anciões. Este conselho (de oito rancheiros locais, lacônicos e curtidos pelo tempo, e o impiedoso e desconfiado ferreiro da vila, Marneth Breldren, um humano Chondathano LN Gue2/Esp4) não dá boas vindas a visitantes, mas venderão ou negociarão lã, velas de sebo e lingüiça de carneiro honestamente com mercadores estrangeiros. (Arnglarenses vêem mais favoravelmente (ou com melhores olhos) pequenos grupos de mercadores – e desconfiam muito de grandes e bem armados grupos de estrangeiros).

O emblema de Arnglar, gravado em pedras das redondezas e na antiga Pedra Beacon no centro do mercado, que resguarda o poço, são dois círculos ligados por duas linhas diagonais em zig-zag (o Sol ou a Lua sobre o poço, ligados por dois raios).



Sobre o Autor

Ed Greenwood é o homem que lançou os Reinos Esquecidos em um mundo que não os esperava. Ele trabalha em bibliotecas, escreve fantasia, ficção científica, terror, mistério e até histórias de romance (às vezes coloca tudo isto em um mesmo livro), mas está ainda mais feliz escrevendo Conhecimento dos Reinos, Conhecimento dos Reinos e mais Conhecimento dos Reinos. Ainda existem alguns quartos em sua casa com espaço para empilhar seus escritos.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.