Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

Personagens dos Reinos Esquecidos
 
Arte por Ned Dameron
Clique para abrir imagem maior
(Imagem: Heroes Lorebook)

Cyric
(Ver também a divindade Cyric)

Mar da Lua, Cormyr

Cyric nasceu nos becos escuros de Zhentil Keep. Nunca conheceu seus pais. Quando ficou mais velho conheceu parte de sua origem. Sua mãe era uma jovem loucamente apaixonada por um oficial do Zhentarim. O oficial rejeitou a paternidade do filho e a abandonou. Ela ficou entre os mendigos e sem teto, que cuidaram dela. Mais tarde, o oficial retornou, a assassinou e vendeu a criança como escravo. Cyric foi comprado e libertado por uma família sembiana. Cresceu como sendo filho deles em uma vida de privilégios.

Cyric sempre sentiu-se diferente das outras crianças. Constantemente desafiava seus limites. Era uma criança inteligente, que devorava conhecimentos como as outras devoravam doces. Ele demonstrou interesse por geografia e pelos costumes de distantes países. Quando tinha 10 anos, soube da sua origem depois de questionar seus pais e saiu de casa. Foi trazido de volta pela guarda local.

Arte por Ned Dameron

(Imagem: Shadowdale)

Cyric protestava e queria saber mais sobre sua origem. Aos 12 anos, ninguém conseguiu pará-lo. Cyric quase morre por não estar preparado para enfrentar o mundo. Ele tornou-se um cínico, que acreditava que todos eram na verdade solitários, os deuses não cuidavam de ninguém, nem dos vivos nem dos mortos. Ele imaginou como iria sobreviver, primeiro na floresta, depois na cidade. Tornou-se um eficiente ladrão de rua e depois adquiriu uma faca. Despertou a atenção da Guilda dos Ladrões. Quando eles o raptaram para o seu esconderijo, deram a Cyric seu suporte e aprovação. Ele provou ser um rápido aprendiz nas artes do roubo. Ficou independente aos 16 anos. Nos próximos oito usou suas habilidades para sustentar sua única paixão: viajar. Encontrou pessoas que queriam o mesmo que ele.

Ele observou que a pobreza e desigualdade eram tão universais quanto a luxúria e o esplendor. Aos 24, ele convenceu-se que, mesmo com suas aventuras, não tinha deixado uma marca em nenhum lugar e faltava uma direção para seu futuro. Retornou secretamente a Zenthil Keep, aprendeu detalhes sobre seu passado e queria encontrar seu pai, entretanto o homem fora assassinado antes. Cyric aprendeu mais e deixou Zenthil convencido a abandonar sua vida de ladrão. Ele tornou-se um guerreiro e lutou pelas causas que acreditava ser justas. Nos próximos cinco anos, Cyric foi um aventureiro de pouca reputação, mas muito feliz neste tempo.

Aproveitava a liberdade de ser um membro de um grupo de heróis errantes. Um conhecido de Cyric durante aquela época era um mercenário chamado Kelemvor, que o convenceu a unir-se a ele na guarda da cidade de Arabel. Lá Cyric conheceu Adon, um clérigo de Sune. Juntos, Cyric, Adon, e Kelemvor trabalharam para Myrmeen Lhal, mantendo a paz na região. Mais tarde formou com seus companheiros e a arcana Midnight o grupo que teria importante participação no Tempo das Perturbações. Tomado por uma ambição crescente, queria tornar-se um deus. Conseguiu seu intuito, após trair seus companheiros, sendo hoje conhecido como Cyric, o Príncipe das Mentiras, deus do assassinato, mentira, intrigas, decepção e ilusão.

Nos Últimos Dias de Glória:

No Tempo das Perturbações, Kelta Westingale, Iorek Byrnison, Glinda, Arthos Darkfire, Garth(Marlus Radamon) e Slayne Ravenheart voltaram ao passado e se encontraram com o anão Betharg, Adon, Midnight, Kelemvor e Cyric. Eles tiveram a missão de encontrar as Tábuas da Fé e impedir que agentes do mal a encontrassem e se transformarem em deuses. Todos, com exceção de Cyric, formaram um grupo que ficou conhecido como a Comitiva da Fé, nome dado por Adon.

Na campanha Os Últimos Dias de Glória Cyric ainda tem um pai que também se chama Cyric, mas ele era mais conhecido como o "Empalador". Cyric se juntou aos Zentharim para encontar a Comitiva da Fé. Nesta perseguição ele e sua tropa invadiram uma aldeia halfling em Cormyr e roubou uma espada de grande poder (Espada esta em que estava escondido o deus Mask). No final, na torre de Khelben em Águas Profundas, enquanto a Comitiva destruía Myrkul, Cyric decapitou o Empalador, jogou algumas bombas de gás neutralizando os aventureiros, e então matou Kelemvor e Garth. Após isso ele jogou Glinda, a quem prometeu amor, do alto da torre mostrando sua verdadeira crueldade. Ele conseguiu entregar as duas Tábuas da Fé a Ao e foi transformado no Deus da Mentira, da intriga e do assassinato.

Durante a crise da Orbe de Orgor, perdeu seus poderes divinos e como mortal, após atacar a Comitiva, foi morto por Iorek e hoje é prisioneiro de Kelemvor. Como sua igreja ainda está plenamente ativa, supõe-se que outra divindade assumiu seus aspectos.

Fontes sobre o personagem:

Suplemento de jogo

Hall of Heroes
Shadowdale
Tantras
Waterdeep

Romances

Shadowdale
Tantras
Waterdeep


Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.