Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind


Demônios


Através da Bíblia Sagrada, escrita há milhares de anos surgiu um termo que preencheria bastante várias culturas antigas e contemporâneas, surgiram os demônios. É relatado na Bíblia a história de um anjo, que decaindo para o lado das trevas, tornou-se um ser chamado Diabo ou Lúcifer. E esta criatura seria um demônio, ou seja, um ser maligno de aparência horrível, que representava a encarnação da pura maldade.

Com o passar dos séculos outras culturas citavam seres malignos, classificados como demônios. Geralmente estes eram anjos que também decaíram como Lúcifer na Bíblia. Graças às representações feitas por artistas através dos séculos, formou-se a aparência dosdemônios: seres com asas de morcego, pele avermelhada, chifres, cascos de cavalo, cauda e unhas afiadas. Na era do Renascimento, na obra de Dante Alighieri "A Divina Comédia", este conceito dos demônios foi consolidado. Neste romance o Inferno, para onde vão as almas daqueles que fizeram coisas ruins em vida, é detalhado. Segundo as crenças é no Inferno que os demônios habitam.

Como o cenário de fantasia Forgotten Realms foi feito baseado na literatura e era de se esperar que também existissem seres denominados demônios. Na cosmologia de Forgotten Realms existem dois infernos: o Abismo, e Baator (chamado também de "Os Nove Infernos"). Estes dois infernos são conhecidos como Planos Baixos. No Abismo vivem os tanar'ris e em Baator vivem os baatezus.

A Guerra Sangrenta

Arte por Oliver Borges
Clique para aumentar
Balrog ou 'Balor'
(Imagem exclusiva)
O grande interesse dos demônios de Forgotten Realms é sem dúvida a Guerra Sangrenta, uma busca selvagem pela aniquilação que permeia os Planos Baixos. A Guerra Sangrenta é uma batalha incessante entre os demônios tanar'ris (do Abismo) contra os baatezus (de Baator). Os motivos reais para a guerra são incertos, pois os tanar'ris são criaturas muito caóticas e adoram o genocídio. Enquanto os baatezus são muito audaciosos e obstinados a tomar o controle de tudo.

É difícil saber o que se passa na mente destas criaturas, mas com certeza muitos seres lucram com esta guerra vendendo armas e informações. A Guerra Sangrenta tem vários campos de batalha, um deles é no Hades, o plano do deus da Morte Kelemvor. Difícil também é saber se esta guerra algum dia vai ter um fim, mas parece que nenhum dos dois lados está interessado nisso.

Os Tanar'ris

O Abismo é a dimensão do caos e do sofrimento, são sombras infinitas, um tormento sem fim, e lá habitam os tanar'ris. Como os baatezus, os tanar'ris são demônios (criaturas dos planos inferiores de enorme poder), embora tenham uma natureza maligna diferente. Baatezus, organizados como são, fazem calculadas doutrinas para desenvolver sua força e avançar na corrida para o domínio dos planos. Os tanar'ris são o caos personificado, não se apegam a regras e doutrinas, e sim sua natureza violenta e insana. Eles procuram nos planos Astral e Etéreo por humanóides para saciar seu apetite.

Segue abaixo os tipos de tanar'ri:
Arte por DiTerlizzi

Balrog ou 'Balor'
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Alu-fiend: São demônios fêmeas de grande beleza, são uma espécie de sucubus, são como mulheres humanas só que com  asas de morcego. Elas geralmente usam telepatia para se  comunicar, mas sabem falar qualquer língua. Algumas Alu-fiends, apesar de habitarem o Abismo, não são más.

Babau: São grandes tanar'ris que andam pelas camadas do Abismo recrutando outros tanar'ris para o exército da Guerra  Sangrenta. Eles são como esqueletos cobertos por um couro  negro e atrás do crânio se encontra um grande chifre. Os Babaus se comunicam usando telepatia. Se um Babau for  atacado, há uma pequena chance de que um poderoso tanar'ri  venha auxiliá-lo, pois um Babau morto é menos um demônio  para recrutar outros para a guerra.

Balrog (ou Balor): O mais poderoso e terrível dos  tanar'ris, o Balrog é um demônio grande com uma pele vermelho-escuro, asas gigantes que o concedem maior agilidade, longas garras e presas grotescas. Eles empre estão com uma espada e um chicote flamejantes. Existem poucos Balrogs no Abismo, eles comandam os exércitos contra os Baatezus. Os Balrogs algumas vezes fazem pactos com mortais para obter almas.

Bar-lgura: São demônios brutais que vivem em alguns grupos pelo Abismo. Também fazem parte dos exércitos na Guerra Sangrenta. São semelhantes a orangotangos e podem se locomover usando pernas e braços. Se comunicam usando telepatia.

Cambion: É o resultado da mistura de um tanar'ri com uma mulher humana. A aparência depende do tanar'ri, e as mães não sobrevivem ao parto. Cambions são feios e terríveis, são humanóides de pele escura e cabelos pontiagudos.
Geralmente usam armaduras e armas. Também usam telepatia para se comunicarem.

Chasme: São demônios que percorrem as camadas do Abismo procurando tanar'ris que fugiram da Guerra Sangrenta. O Chasme assemelha-se a uma mosca com algumas partes do corpo humanas. Eles punem aqueles que não participam da Guerra Sangrenta.

Dretch: Pequenos e perversos, os Dretches são a maioria dos tanar'ri, são encontrados em hordas maciças por toda a parte do Abismo. Dretches são magros, com apele branca e
pálida e cheios de veias à mostra. Os Dretches só ficam acima dos Manes, e consistem na
maior parte da Guerra Sangrenta.

Glabrezu: São um tipo de tanar'ri que geralmente responde a convocações de outros planos. São grandes, largos e musculosos, tem quatro braços sendo que dois braços tem poderosas pinças. Sua face é igual ao de um cão. Os Glabrezus agem secretamente nos planos inferiores e seduzem vários mortais com poder.

Hezrou: São demônios de formidável poder. Assemelham-se a sapos em aparência, também se comunicam usando telepatia. Fazem parte de um grande exército dos Nalfeshnee e da Guerra Sangrenta. Eles ficam na linha de frente do combate.

Arte por DiTerlizzi

Marilith
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Lordes Abissais: A existência destes demônios é um enigma, pois não se parecem com nenhum demônio das raças do Abismo ou de  Baator, alguns nem asas tem. Os Lordes Abissais não só  comandam exércitos de demônios mas governam  camadas do Abismo. Eles tem características e poderes próprios de acordo com sua natureza. Dois exemplos de Lordes Abissais que podemos citar é Graz'zt e Eltab. 

Manes: São patéticos demônios das baixas camadas do Abismo. Tem a pele pálida, longas garras, dentes pontiagudos, cabelos esparçado e olhos brancos que ficam vazando um estranho líquido. Os Manes não se comunicam, agem por instinto atacando todos que não forem tanar'ris.

Marilith: Arrojados e astutos, Mariliths são os generais e  táticos da Guerra Sangrenta. Enquanto os Balrogs são a influência e a energia nas guerras, os Mariliths são o cérebro e as táticas. Eles são metade serpente, metade humano, possuem seis braços, são gigantes e muito fortes. As fêmeas são muito bonitas.

Molydeus: São guardiões tanar'ris, reforçam as guerras como oficiais de polícia. Molydeus são humanoides musculosos com uma pele vermelho-escuro, são gigantes e possuem duas cabeças, uma de lobo e a outra de serpente. Os Molydeus são extremamente leais e obedecem diretamente os Balrogs.

Arte por DiTerlizzi

Molydeus
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Nabassu: São criaturas renascidas no Abismo mas criadas em outros planos, onde procuram poder para matar e devorar humanos. Eles são como gárgulas em aparência. Eles não tem posição na Guerra Sangrenta, pois seu único objetivo é devorar humanos.

Nalfeshnee: Poucos seres aterrorizam os mortais mais que os Nalfeshnee. Muitos mortais que passam para o Abismo sofrem o julgamento e a dor por parte deste demônio. São grandes, bastante fortes, possuem presas e garras enormes e pequenas asas. São considerados mais inteligentes que os Balrogs.

Rutterkin: São tanar'ris horríveis, com uma aparência disforme, assemelhando-se a humanos horrendos, quase não tem cabelos e seus membros são de tamanhos variáveis.
Não fazem parte de nenhuma sociedade no Abismo, e não participam da Guerra Sangrenta.

Arte por DiTerlizzi

Vrock
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Sucúbus: Lindas e sedutoras, as Sucúbus tentam os mortais. Elas procuram homens com paixão e energia. As Sucúbus aparecem freqüentemente na forma de mulheres de grande beleza, e tem uma pele cor de leite. Em sua forma verdadeira, as Sucúbus são bonitas mulheres com largas asas e olhos sinistros.

Vrock: São soldados de elite nas tropas da Guerra Sangrenta. São semelhantes a abutres em aparência. Os Vrocks são importantes em várias batalhas e missões secretas de infiltração. Eles costumam comer os inimigos após o combate, geralmente apresentam-se em grupos de oito.

Wastrilith: São chamados também de Lordes das Águas, pois mandam nos oceanos inabitados nos planos baixos e completa isolação. Wastrilith são horrendas criaturas que se parecem com enguias gigantes cheias de espinho, dentes afiados e garras mortíferas.

Arte por DiTerlizzi

Demônio das Profundezas
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)
Os Baatezus

Baatezu são uma forte, maléfica, e bem organizada raça de demônios. Em seu rígido sistema, a autoridade deriva não somente pelo poder mas pelo status. Este  status depende muito do desempenho na Guerra Sangrenta. Se um baatezu realiza um grande feito contra um inimigo, ele é promovido a um alto posto e  se transforma num novo baatezu.

  Os baatezus possuem dois objetivos. Primeiro e principal, que é destruir seus antigos inimigos, ostanar'ri. Estas raças estão em conflito não só por uma guerra de destruição, mas pela definição da existência. Segundo, os baatezu tiveram recentemente (pelo fato de serem imortais) conhecimento sobre um tipo  interessante de raça: a humanidade. Se infiltrando no mundo dos humanos e ganhando adoradores, os baatezu ganharam energia mágica, deste modo, suplantando o poder dos tanar'ri. Para este fim eles tentam dominar a humanidade e convencê-los de que possuem poderes divinos.

Em contraste a natureza caótica dos tanar'ri, os baatezu tem uma grande meta de dominação sobre os Planos. Eles preferem encorajar de modo intelectual coisas ruins como orgulho e ambição nos humanos, ao invés devorá-los como fazem os tanar'ri.

Segue abaixo os tipos de baatezu:

Arte por DiTerlizzi

Amnizu
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Abishai: Eles são comuns na primeira e na segunda camada de Baator. Assemelham-se a gárgulas góticos, com uma forma reptiliana, uma cauda e grandes asas. Eles gostam de mudar de forma magicamente para impressionar alguns baatezus e fazem parte de um grande exército na Guerra Sangrenta.

Amnizu: Encontram-se primariamente na Sytgia, a quinta camada de Baator e surgem nas camadas superiores em missão. Amnizus são horríveis, são baixos, tem uma cabeça grande, dentes pontiagudos, braços e pernas pequenos e asas de couro. Os Amnizus comandam exércitos de milhares de abishais e erinyes.

Barbazu: São os soldados de Baator, existem em grandes números e formam tropas de elite. Eles são fortes, possuem uma longa cauda, garras, presas e são barbudos. Os barbazus são muito cruéis em combate, eles não param de bater até que o inimigo caia.


Arte por DiTerlizzi

Cornugon
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Cornugon: São demônios da força de elite dos baatezus. Ele é alto, coberto por escamas grotescas além de asas tenebrosas. Os cornugons geralmente lutam com um chicote cheio de pontas. De tão  poderosos eles são generais dos exércitos ou são guardiões pessoais de demônios mais fortes com os Demônios das Profundezas ou Gelugons.

 
Demônio das Profundezas: É o mais terrível dos baatezus, são gigantes humanóides semelhantes a gárgulas em  aparência com grandes asas de morcego que ele usa como  escudo. Possui presas grandes que exalam um líquido verde,  seu corpo é coberto por escamas e gera fogo quando ele está excitado. Os Demônios das Profundezas são os lordes de Baator, eles governam todas as camadas deste plano.

Erinyes: Este tipo de baatezu é bem diferente dos outros, pois não é grotesco mas sim uma bela fêmea, que pode ficar na forma de homens ou mulheres mortais, sendo que geralmente são muito bonitas. Entretanto, não podem passar por mortais já que suas asas de baatezus as denunciam. As erinyes se comunicam por telepatia, mas preferem dialogar com mortais. Elas falam qualquer idioma. As erinyes gostam de controlar mentalmente os mortais e levá-los a Baator.

Gelugon: São ferozes baatezus, assemelham-se em aparência a um louva-deus (inseto), ele é bem alto, possui garras, o corpo é coberto por espinhos e tem grandes olhos. Os gelugons só ficam abaixo dos Demônios das Profundezas em poder e status, eles são guardiões de Caina, a oitava camada de Baator.

Arte por DiTerlizzi

Barbazu
(Imagem:Planescape Monstrous Compendium)

Hamatula: São solitário patrulheiros das terceira e quarta camada de Baator. São humanóides grandes, cobertos dos pés a cabeça de espinhos e garras pontiagudas.
Os hamatulas ficam patrulhando as terceira e quarta camada à procura de intrusos para depois serem promovidos.

Lemure: São grotescos, bolhas desfiguradas de carne, com uma vaga aparência humanóide no torso e na cabeça. Sua faces são disformes, e sempre expressão horror e
angústia. Eles são fragmentos de formas de vida que aparentemente foram torturadas, eles não tem mente e não se comunicam.

Nupperibos: São aberrações emelhantes aos lemures, mas estão acima deles. São disformes, gordos e vagam por Baator, andam indefinidamente, lutam e devoram o
que tiver pela frente. Nupperibos são cegos, surdos e mudos.

Osyluth: São a "polícia" de Baator, eles tem uma aparência horrível como os mortos-vivos humanóides. Tem a face de caveira e a pele apodrecida. Ele tem um odor de carniça e possui uma cauda igual a dos escorpiões. Os osyluths observam o movimento em Baator procurando irregularidades.

Spinagon: São os menores baatezus que há, são parecidos com gárgulas com asas e uma cauda espinhenta. Eles fazem parte de uma força militar. Eles geralmente servem como mensageiros entre as terceira e sétima camada de Baator. Eles memorizam a mensagem a ser entregue e lutam para que consigam atingir o objetivo.


Fonte: Planescape Campaign Setting e Planescape: Monsters Compemdium
Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.