Os Últimos Dias
de Glória
O que é RPG
Página Principal
A Comitiva da Fé
Definição
Histórias
Última História
Personagens
Jogadores
Galeria de Arte
Diversos
Forgotten Realms
 Definição
 Geografia 
 Divindades
 O Mundo
 Organizações
 Personagens
Artigos
 Galeria
Suplementos
Autores
Site
 Matérias
 Downloads
 Notícias
 Parceiros
Links
 Sobre o Site
 Glossário
 Créditos
Mensagens Arcanas
E-mail


powered by FreeFind

O que é RPG?
 

O RPG e os Reinos Esquecidos


Que dados são esses!?

Todos conheçem os dados de 6 faces, mas no RPG, além deles, usamos para jogar os dados de 4, 8, 10, 12, 20 e até 30 lados!

Muitos já se divertiram bastante com jogos de tabuleiro tipo Banco Imobiliário, War, Jogo da Vida, entre outros. Posteriormente surgiram jogos mais complexos como Detetive e o Supremacia, este último sendo uma melhora do War.

Na década de 70, um americano de nome Gary Gygax, junto com seus amigos, não só jogavam mas criavam jogos de estratégia semelhantes ao Supremacia e ao War, até que tiveram a idéia de fazer um jogo de estratégia medieval. Gygax, então, escreveu, em 1972, o Dungeons and Dragons. O jogo foi evoluindo ao ponto de ser inserido um fator que mudaria toda a história dos jogos de tabuleiro: a interpretação dos personagens.

O jogo consistia na idéia de que personagens entrariam num labirinto para lutar contra monstros. Foi dado-lhe o nome de Dungeons & Dragons (Catacumbas e Dragões). Com a criação do fator interpretação no Dungeons & Dragons, surgiu o termo RPG (Role Playing Game ou Jogo de Representação) no qual jogadores poderiam interpretar não só personagens medievais como guerreiros e magos, mas também arquétipos de outros cenários, como um super-herói, um alienígena, um caubói entre outros. No RPG, um jogador chamado Mestre, conduz a história e interpreta os personagens coadjuvantes, enquanto cabe aos demais jogadores interpretarem os protagonistas da história.

Inúmeros grupos de RPG foram formados desde então. A maioria deles tinha a preferência dos jogos de cenário medieval. Com isso, em 1978, Ed Greenwood adaptou um cenário de fantasia criado por ele em 1967 ao RPG, onde se passavam as aventuras as quais ele mestrava (apresentava e gerenciava o jogo para os jogadores). O nome do cenário é Forgotten Realms, ou "Reinos Esquecidos".

A primeira edição de Forgotten Realms foi lançada em 1987. O sistema adotado foi o AD&D, sucessor do D&D. O AD&D ou Advanced Dungeons & Dragons (Catacumbas e Dragões Avançado) era um sistema bem mais completo. Posteriormente também foi desenvolvida a 2º edição de Forgotten Realms.

A esta altura Forgotten Realms já era o melhor e mais famoso cenário de RPG, pois, além de apresentar um mundo completamente vasto de fantasia tinha os personagens mais carismáticos.

Com o passar dos anos foram lançados livros de expansão, livros fonte, aventuras e romances de Forgotten, até que finalmente veio a 3º edição, acompanhando a criação do D&D 3º edição.

Os Últimos Dias de Glória © Todos os direitos reservados 2004 - Forgotten Realms™ e seus personagens são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc.
This page is a fan site and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. Forgotten Realms is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc.